Georges Ivanovitch Gurdjieff

O Sr. Gurdjieff foi um homem extraordinário, um mestre no mais puro sentido. Seus ensinamentos dirigem-se a nossas perguntas mais essenciais: Quem sou eu ? Por que estou aqui ? Qual o propósito da vida, e da vida humana em particular ?

1872

Armênia

G.I. Gurdjieff nasceu por volta de 1872, na Armênia, região localizada exatamente entre o ocidente e o oriente, filho de um pai grego com uma mãe armênia.

1872

Armênia

Desde muito Jovem, Gurdjieff buscava respostas para as questões mais fundamentais da vida. Inquieto, astuto e ávido por conhecimento, não se contentava com as respostas fáceis que lhe eram apresentadas.

Os buscadores da verdade

Ele intuía que o verdadeiro conhecimento se encontrava guardado nas antigas tradições. Aliou-se então a outras pessoas que tinham a mesma busca e juntos empreenderam diversas expedições por sítios arqueológicos, mosteiros abandonados e outros lugares. O grupo ficou conhecido como “Os buscadores da verdade”.

Os buscadores da verdade

Budismo, Sufismo, Hinduísmo, Cristianismo

Gurdjieff entrou em contato com diversas culturas e religiões como o Budismo, Sufismo, Hinduísmo e o Cristianismo ortodoxo. Suas buscas e encontros com “homens notáveis” pouco a pouco o aproximavam de uma verdade objetiva sobre seus questionamentos.

Budismo, Sufismo, Hinduísmo, Cristianismo

1912

Rússia, primeiros grupos

Gurdjieff reaparece na Rússia em 1912 e começa a formar grupos de alunos com o intuito de passar o conhecimento que ele havia adquirido.

1912

Rússia, primeiros grupos

Iª Guerra mundial e Revolução Russa

Em 1915 começa a primeira guerra mundial, seguida pela revolução russa de 1917, o que impossibilita a continuidade do trabalho na Rússia.

Iª Guerra mundial e Revolução Russa

Expedições e viagens

Gurdjieff e seus alunos então partem em “fuga” estabelecendo-se temporariamente em diversos países e cidades diferentes. Por anos eles empreendem viagens extraordinárias e de extremo risco. Atravessam a pé a região do cáucaso cruzando fronteiras de países e vilarejos em meio à guerra.

Expedições e viagens

1921

França, Prieuré

Finalmente, em 1921, Gurdjieff e seus alunos se estabelecem na França, no castelo do Prieuré em Fontainebleau. Ele então funda o Instituto para o Desenvolvimento Harmonioso do Homem que começa a receber pessoas de diferentes países para se unir ao Trabalho.

1921

França, Prieuré

1924

Viagem aos E.U.A

Em 1924 Gurdjieff viaja pela primeira vez aos Estados Unidos, afim de angariar fundos e difundir seu ensinamento no continente americano.

1924

Viagem aos E.U.A

1924

Acidente

No mesmo ano, Gurdjieff sofre um grave acidente de carro que o deixa em estado de coma por vários meses.

1924

Acidente

Escritor

Depois de retornar à consciência e se recuperar do acidente, ele decide difundir seu trabalho por meio da escrita. Ele escreve três séries de livros: Relatos de Belzebu ao seu Neto, Encontro com Homens Notáveis e A Vida Só é Real Quando Eu Sou

Escritor

1933

Fechamento do Prieuré

Em 1933, em meio à grande depressão econômica mundial, o trabalho no Prieuré é encerrado devido à falta de recursos.

1933

Fechamento do Prieuré

1933

Paris

Gurdjieff se muda para um apartamento em Paris, onde continua o trabalho com seus grupos de alunos. Ele passa então a frequentar regularmente o Café de la Paix, dizendo que era seu “escritório” onde se dedicava a escrever e estudar o comportamento humano.

1933

Paris

II Guerra mundial

Em 1945 se inicia a II Guerra Mundial e a França é invadida pelos nazistas. O trabalho de Gurdjieff e seus alunos continua acontecendo secretamente, mesmo em meio à toques de recolher e vigilância militar.

II Guerra mundial

1949

Morte

Gurdjieff morre em 29 de Outubro de 1949, na França. Seu funeral foi presenciado por inúmeros alunos e inclusive por moradores de rua de Paris, que depois descobriu-se que eram ajudados por Gurdjieff.

1949

Morte

Continuidade do Trabalho: Jeanne de Salzmann – IAGF

A Sra. de Salzmann era a aluna mais próxima e também secretária pessoal do Sr. Gurdjieff, que a deixou encarregada de dar continuidade ao Trabalho após sua morte. Madame de Salzmann inaugura então uma nova fase do Trabalho, sendo responsável por conduzir os diversos grupos ao redor do mundo. É criada então a Associação Internacional das Fundações Gurdjieff (IAGF), responsável pela união e condução dos grupos de trabalho oficiais ao redor do planeta.

Continuidade do Trabalho: Jeanne de Salzmann – IAGF

Nathalie de Salzmann de Etievan

No Brasil, os grupos começam a surgir nos anos 1960, conduzidos pela Sra. Nathalie de Salzmann de Etievan. A Sra. Nathalie, filha de madame de Salzmann, foi educada de perto pelo Sr. Gurdjieff desde a infância, praticamente como uma filha. Ela vem à América Latina na década de 50, fixando residência na Venezuela, e começa a formar e conduzir grupos de trabalho em vários países, inclusive no Brasil. Ela também cria um modelo de educação baseada no Trabalho, chamado de modelo Etievan, e funda escolas em vários países da América Latina.

Nathalie de Salzmann de Etievan

Rolar para cima